Seringas com dispositivo de segurança que quebram após a utilização é a solução para evitar a contaminação.

Seringas com dispositivo de segurança que quebram após a utilização é a solução para evitar a contaminação.

Seringas com dispositivo de segurança que quebram após a utilização é a solução para evitar a contaminação.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) fez um apelo nesta segunda-feira para que sejam utilizadas seringas de uso único, a fim de prevenir a propagação de doenças infecciosas. De acordo com a organização, “milhões de pessoas poderiam se proteger contra infecções transmitidas por injeções se todos os programas de saúde utilizassem seringas de uso único”.

A cada ano, são aplicadas 16 bilhões de injeções, 90% das quais utilizadas para administrar medicamentos. Nestes casos, avisa a OMS, os remédios podem ser substituídos por pílulas.

Nos casos em que injeções são necessárias, as chamada seringas “inteligentes” são uma solução apontada pela organização. Por serem equipadas com um sistema que bloqueia segundas aplicações, elas podem ser utilizadas apenas uma vez. Em alguns modelos, a agulha se retrai após o uso e, em outros, o êmbolo não pode ser puxado novamente sem quebrar. No entanto, enquanto as seringas convencionais custam entre 0,03 e 0,04 dólar para as Nações Unidas, as “inteligentes” saem pelo menos pelo dobro.


Fonte: http://veja.abril.com.br/noticia/saude/oms-faz-apelo-por-seringas-de-uso-unico-para-evitar-infeccoes/

Warning: the following comments are the responsibility of the author and do not necessarily represent the views of the SOL-Millennium.

Deixe seu comentário