As Doenças Modernas

Entenda quais são as doenças e seus impactos para a sociedade

A virada de século mudou o perfil de doenças em todo o mundo. Doenças infecciosas como tuberculose, varíola e febre amarela dizimaram sociedades, com a última chegando a matar mais de 1 bilhão de pessoas entre 1850 e 1950.

Com o avanço cada vez maior da medicina, grande parte dessas doenças foram controladas e algumas até erradicadas, entretanto novas doenças surgiram nas últimas décadas.

Se por um lado a modernidade e a tecnologia possibilitaram uma vida mais confortável e aumentaram a nossa expectativa de vida, por outro esse estilo de vida proporcionado pelo mesmo avanço tecnológico trouxe consigo diversos outros problemas: as chamadas doenças modernas.

No Brasil, grande parte dessas doenças são reflexo de uma sociedade que cresceu de forma desorganizada e muito rápida. Doenças crônicas como o infarto, derrame e câncer, que aumentaram nas últimas décadas, são um exemplo disso. Elas estão diretamente ligadas ao sedentarismo, estresse, alimentação inadequada e ao consumo de álcool.

“O controle remoto faz tudo. A frota de carros aumentou e, por isso, as pessoas não caminham mais como antes. As mulheres, por causa do trabalho, aderiram ao fastfood. Com o consumo de alimentos cada vez mais gordurosos e em maior quantidade, temos mais obesos, hipertensos e diabéticos”, explica o cardiologista e professor da UFPR, Mário Sérgio Cerci, em entrevista à Gazeta do Povo.

Entre as principais doenças do século 21 nós temos:

-Obesidade

Segundo a OMS, a obesidade já é considerada uma epidemia e um dos principais problemas a serem enfrentados por países desenvolvidos. A vida agitada, tendo como consequência saídas mais fáceis, como o uso constante de carros e alimentação à base de fastfoods, tendem a aumentar o problema.

-Síndrome da visão de computador

De acordo com a Associação Americana de Optometria, a síndrome afeta pelo menos 75% dos usuários de computador. Ela é causada pela má lubrificação dos olhos, pelo fato dos indivíduos piscarem menos e realizarem esforços ao trabalhar no computador por horas seguidas.  Dor de cabeça, olhos vermelhos e visão embaçada compõe os sintomas da síndrome.

-Transtorno de ansiedade

O transtorno é caracterizado geralmente por uma preocupação, dúvida ou expetativa que persiste por longos períodos e que passa a interferir no dia a dia. E com a pressão atual da sociedade este quadro é cada vez mais comum entre as pessoas.

-Perda de audição

Durante o dia a dia é praticamente impossível não ver alguém com fones de ouvido. O que poucos sabem é que um pouco de ruído já é o suficiente para prejudicar nossa audição. Especialistas enfatizam que a exposição constante de ruídos é uma das causas de perda auditiva. Para se ter ideia, em um estudo realizado na Austrália prevê que, até 2050, 1 em cada 4 pessoas terá perda auditiva. 

Ao passo que, criamos uma sociedade que pressiona mais resultados e padrões, também criamos uma sociedade mais suscetível à ideia de estar com problemas e que coloca em remédios e na medicina a responsabilidade de resolver tais problemas de uma forma quase que instantânea.

Em entrevista para Dráuzio Varella, o Dr. Daniele Riva fala sobre as consequências dessas doenças modernas.

 

Da mesma forma que podemos observar uma série de doenças aparecendo ou sendo agravadas pelo nosso estilo de vida atual, também é crescente o medo da volta de algumas doenças que antes estavam totalmente controladas.

Como exemplo disso no Brasil, nós temos o recente surto de Febre Amarela, que infectou milhares de brasileiros e fez com que as autoridades responsáveis criassem um plano de prevenção para que a doença não se expandisse.

Outro fato que causa medo, é o número cada vez maior do número de pessoas que deixam vacinar seus filhos e a si mesmos. Isso cria bolsões de indivíduos que ficam suscetíveis às doenças.

Apesar de contar com uma lista grande, as tais doenças modernas podem em boa parte serem evitadas através de hábitos saudáveis, assim como a manutenção das doenças já controladas podem ser feitas por meio da vacinação.

 

 

 

Faça o download do catálogo de produtos SOL-Millennium!

Warning: the following comments are the responsibility of the author and do not necessarily represent the views of the SOL-Millennium.

Deixe seu comentário