Nova epidemia de sífilis atinge o Brasil

Uma doença que antes era dada como rara, agora começa a causar preocupação em todo o mundo

Uma doença que antes era dada como rara, agora começa a causar preocupação em todo o mundo.

A sífilis, que já foi responsável por uma grande epidemia no passado, volta a atingir o país. A causa dessa nova epidemia tem diversos fatores como: a falta de medicamentos, baixa qualidade nos exames do pré-natal, na diminuição do uso de preservativos e também dos acidentes com perfurocortantes.

Apenas no ano passado, foram registrados 65.848 casos da doença no Brasil, um dado alarmante para uma doença que, até 2010, não tinha necessidade de ser informada ao governo quando diagnosticada.

A infecção causa feridas elevadas e avermelhadas nos órgãos sexuais, que podem desaparecer nos estágios mais avançados. A doença também é caracterizada pelo aparecimento de manchas vermelhas nas mãos e nos pés e quando não tratada pode levar o paciente à óbito.

O tratamento da sífilis é relativamente simples feito através de antibióticos. Mas a OMS adverte que tanto a sífilis, quanto a clamídia e a gonorreia estão cada vez mais difíceis de serem tratadas.  Isso porque, o uso inadequado e exagerado de medicamentos torna as bactérias cada vez mais resistentes aos antibióticos que são usados.

Para que mais uma vez a doença seja controlada é preciso haver uma maior conscientização da população quanto o uso de preservativos e também da área da saúde com dispositivos de segurança que protejam tanto paciente quanto os profissionais da área.  

Faça o download do catálogo de produtos SOL-Millennium!

Warning: the following comments are the responsibility of the author and do not necessarily represent the views of the SOL-Millennium.

Deixe seu comentário

Publicações relacionadas