A Importância da Comunicação Eficaz Dentro Das Instituições de Saúde

A comunicação entre os profissionais da área da saúde deve ser precisa, completa, sem ambiguidade, oportuna e compreendida por todos. Dessa forma, as instituições de saúde reduzem a ocorrência de erros, resultando na melhoria da segurança do paciente.

Entenda mais sobre a importância da comunicação eficaz dentro das instituições de saúde e saiba como aprimorá-la no dia a dia.

 

O desafio da comunicação eficaz nos dias de hoje

Os hospitais são instituições completamente diversificadas no que diz respeito à rotina, profissionais, tipos de clientes, processos e procedimentos administrativos. Por esse motivo, desempenhar a comunicação nesse ambiente, que é tão plural, é um grande desafio que muitas instituições enfrentam.

Os resultados que uma boa comunicação proporciona são inúmeros, mas torná-la altamente eficaz exige muita dedicação e atenção. Afinal, o exercício da profissão é levado ao limite todos os dias, pois os profissionais lidam com vidas e um pequeno erro pode trazer grandes consequências e ser, até mesmo, fatal.

Diariamente, a comunicação na instituição de saúde é item básico e mais do que importante. Vale a pena frisar que a transmissão de uma mensagem nesse tipo de ambiente não é apenas de forma verbal, mas também textual, por meios remotos ou até pessoalmente. Seja em situações de emergência, transferências de paciente entre unidades, registros de prontuários e muitos outras.

Em grandes hospitais, por exemplo, que contam com muitos colaboradores e parceiros, o volume de informação que transita entre as salas e os corredores é inestimável. O grande desafio da comunicação, então, é fazer com que todos os envolvidos estejam devidamente informados sobre o que acontece no hospital.

 

Formas efetivas para desenvolver uma boa comunicação nas instituições de saúde

Entre as formas de tornar a comunicação efetiva dentro das instituições de saúde, destacamos a comunicação segmentada. Isso significa que as mensagens são direcionadas para cada perfil de público. Ela é ideal, principalmente, para os grandes hospitais, que contam com uma rotatividade maior de profissionais a todo o momento.

Nesse caso, é possível trabalhar com canais próprios e direcionados, levando em consideração as peculiaridades que cada área ou profissional possuem.

Também é possível implementar a comunicação no corpo clínico por meio de reuniões realizadas periodicamente com as outras áreas. Os médicos podem promover encontros com comissões e grupos de especialidades para discutir temas de seu interesse, por exemplo.

Outra forma de melhorar a comunicação dentro das instituições de saúde é investir em novas tecnologias. Dessa forma, é possível não só acompanhar as tendências de agilidade, mas também criar diálogos abertos com os públicos internos.

Normalmente, as instituições de saúde utilizam ferramentas tradicionais, como as revistas impressas, folhetim e murais. Uma maneira interessante é optar por um canal corporativo de televisão. A programação pode ser customizada para os colaboradores, médicos, pacientes e acompanhantes.

Melhorar a comunicação interna nas instituições de saúde é promover a segurança e bem-estar dos pacientes, por isso, é tão importante investir em meios que tornem esse processo cada vez mais eficaz.

 

Gostou do post de hoje? Continue acompanhando o nosso Portal de Notícias para receber mais informações relevantes!

Faça o download do catálogo de produtos SOL-Millennium!

Warning: the following comments are the responsibility of the author and do not necessarily represent the views of the SOL-Millennium.

Deixe seu comentário

Publicações relacionadas