Entenda os 9 “certos” na administração de medicamentos com injeções

Entenda os procedimentos corretos que devem ser adotados pelos profissionais de saúde durante a administração de medicamentos com injeções.

Todo profissional de saúde tem a consciência de que seus erros podem ser custosos a vida humana, especialmente quando praticados por falta de atenção ou cuidado. Foi com o intuito de minimizar os erros e certificar que cada paciente receba o atendimento que os 9 certos foram criados para a administração de medicamentos.

 

Os 9 certos consistem em nove etapas que devem ser seguidas antes da aplicação de injeções em pacientes como:

 

– Paciente Certo

– Medicação Certa

– Dosagem Certa

– Administração certa

– Hora Certa

– Duração Certa

– Validade Certa

– Abordagem Certa

– Registro Certo

 

A importância dos 9 certos

Os profissionais da área entendem que essas etapas funcionam como uma espécie de fatiamento do atendimento, onde cada ponto importante é analisado antes mesmo das injeções serem aplicadas, evitando dessa maneira que algum erro coloque em risco a saúde do indivíduo.

 

Identificação correta

O primeiro passo é verificar a identificação do paciente, analisada normalmente pelo nome completo e data de nascimento. Com isso, você terá a certeza de que o leito que será atendido é realmente aquele para o qual o médico prescreveu a medicação.

 

O segundo passo é se certificar que o medicamento certo será aplicado, já que muitas embalagens são similares. Logo depois é recomendado verificar a dosagem prescrita, que dependerá sempre da orientação profissional, que leva em conta as características do paciente e suas necessidades.

 

A via correta de aplicação

A velocidade na absorção do medicamento e seu efeito no corpo humano está diretamente ligada a via de aplicação do medicamento. Por isso, é preciso se certificar se aquele paciente deverá receber o fármaco por via intravenosa, intramuscular ou subcutânea.

 

Tempo e horário

Outros dois pontos importantes para a regra dos 9 certos é o horário no qual o medicamento deve ser aplicado e sua duração, controlados normalmente por gotejamento de soro, infusão contínua ou bombas de seringa.

 

Vale lembrar que o respeito ao horário é especialmente importante na administração de antibióticos, que costumam ser mais fortes e tem tempo de atuação precisa no organismo.

 

Validade, abordagem e registro

A validade diz respeito às características descritas na embalagem do produto pelos fabricantes e que garantem que ele atuará de forma assertiva no paciente, além de auxiliar no descarte de produtos que já não devem mais ser utilizados pela equipe de enfermagem.

 

Já a abordagem é uma das propriedades mais importantes no atendimento ao paciente. As informações passadas pela equipe de enfermagem permitem que ele fique ciente do que será aplicado, tire dúvidas e até mesmo questione os profissionais por conta de alergias, podendo até mesmo recusar o medicamento.

 

Realizado os oitos certos anteriores é preciso registrar no prontuário se o paciente recebeu a medicação e todas as informações que permitem que o próximo profissional consiga administrar a medicação certa, no tempo determinado.

Faça o download do catálogo de produtos SOL-Millennium!

Warning: the following comments are the responsibility of the author and do not necessarily represent the views of the SOL-Millennium.

Deixe seu comentário

Publicações relacionadas