Como armazenar dispositivos de segurança em um hospital

Como armazenar dispositivos de segurança em um hospital

Como armazenar dispositivos de segurança em um hospital

A utilização de perfurocortantes com dispositivos de segurança já faz parte da rotina de diversas instituições que prestam serviços à saúde. Seja pela própria proteção de seus funcionários e pacientes, ou ainda pelo corte de custos conquistado com a redução do número de acidentes ocupacionais, esse tipo de equipamento tornou-se essencial para manter a qualidade e a boa prática das atividades exercidas nessa área.

Mas, mesmo que estejam se tornando indispensáveis, ainda existem muitas dúvidas sobre esses materiais, principalmente no que diz respeito ao seu correto armazenamento. Por isso, neste post explicaremos como deve-se armazenar dispositivos de segurança em um hospital para garantir a sua plena funcionalidade. 

 

Locais para armazenamento

 

Assim como qualquer instrumento médico, os produtos com dispositivos de segurança devem ser armazenados de maneira correta e em um lugar adequado até o momento da sua utilização, para que não haja riscos de contaminação ou danificação do material.

Uma das principais preocupações ao guardar esses tipos de equipamentos é que se deve preservar essencialmente a sua embalagem. Por isso, o espaço onde eles serão depositados deverá estar seco, pois a umidade interfere na resistência das caixas e, de preferência, em armários fechados com portas.

 

O que não se deve fazer ao armazenar dispositivos de segurança

 Alguns dos equívocos mais comuns ao fazer o armazenamento dos perfurocortantes com dispositivos de segurança estão relacionados à maneira como estes equipamentos ficam dispostos nos armários. Eles não podem ser colocados muito próximos um dos outros, não devem estar sobrepostos uns aos outros, a embalagem não pode ser pressionada de maneira que chegue a dobrar/amassar e, tampouco, deve-se prender os produtos com um elástico para mantê-los unidos.

 

Condições para armazenamento dos dispositivos de segurança

 Por se tratarem de objetos extremamente delicados, os ambientes onde serão armazenados os dispositivos de segurança devem oferecer algumas condições específicas.

Quanto ao material utilizado nas prateleiras, é preciso que sejam fáceis de lavar e que não sejam porosos. Além disso, os armários e prateleiras devem estar a uma distância igual ou superior a 30 cm do chão e pelo menos 45 cm abaixo do teto.

O piso do local deve ser plano e resistente com superfície lavável, as paredes devem ser de cor clara, pintura também lavável e isentas de qualquer tipo de infiltração e umidade. Já o teto deve ser formado por telhas térmicas, que evitem a absorção de calor e as instalações elétricas devem receber manutenção periódica e cuidados específicos.

Por fim, alguns detalhes mais específicos devem ser garantidos, tal como a ausência de fontes de poluição no local, banheiros sem comunicação direta com a área de estocagem e é preciso ainda instalar telas nas janelas, ralos sifonados e escamoteados, lixeiras com tampa e pedal, abrigo para lixo e qualquer tipo de instrumento que proteja o local contra insetos e roedores.

 

 Gerenciamento de estoque

Um ponto importantíssimo que está relacionado também ao armazenamento é referente à organização desses produtos. É essencial que eles estejam devidamente identificados com a sua categoria, sendo que devem ser arrumados de acordo com as necessidades e de forma que permita a rotação dos produtos, garantindo que aqueles produtos com data de validade mais próxima de vencer sejam utilizados primeiro.

 

Ficou com alguma dúvida? Então, deixe seu comentário aqui no blog da Sol Millennium e continue acompanhado nossos artigos sobre dispositivos de segurança para área da saúde!

 

 

Warning: the following comments are the responsibility of the author and do not necessarily represent the views of the SOL-Millennium.

Deixe seu comentário