Agulhas e seringas indicadas para aplicação intradérmica

Saiba quais sãos as principais características e como é feita a aplicação da injeção

Agulhas e seringas indicadas para aplicação intradérmica

Uma das principais rotinas nas instituições que prestam serviços na área da saúde é a aplicação de injeções. Profissionais da saúde precisam lidar com diversos tipos de medicamento, enfermidades e pacientes diretamente, por isso, aprender a lidar com cada tipo de aplicação é fundamental para o bom funcionamento de clínicas, hospitais e demais instituições de saúde.

Nós já conversamos sobre as especificidades da aplicação de medicamentos por via intramuscular. Hoje falaremos um pouco mais sobre a aplicação intradérmica.

 

Como é feita a aplicação de substâncias e medicamentos por via intradérmica?

A injeção por via intradérmica é usada, normalmente, para provas de PPD, testes de hipersensibilidade e alergia, além da aplicação da vacina BCG. Ela é a mais superficial das injeções, sendo aplicada na camada entre a derme e o tecido subcutâneo, cerca de 2mm abaixo da área externa da pele.

Como a aplicação é muito superficial, não é recomendado fazer a antissepsia do local da injeção com álcool, pois ele pode influenciar a absorção das substâncias injetadas na pele. A recomendação é substituir este processo pela higienização da área com água e sabão neutro.

Uma vez que o material esteja preparado e os 9 acertos sejam verificados (paciente certo, medicamento certo, dosagem certa, via de aplicação certa, horário certo, duração da aplicação certa, validade certa, abordagem certa e registro certo) é hora de administrar a injeção.

A agulha penetra a pele com um ângulo baixo, de 15°, e com o bisel voltado para cima. O medicamento então é injetado lentamente, formando uma pequena pápula sob a pele. É necessário que o profissional da saúde responsável pela aplicação observe a presença de qualquer reação e anote todo o procedimento no prontuário do paciente. Retirar a agulha rapidamente é fundamental para o sucesso da aplicação. Não é recomendado massagear ou coçar o local após a aplicação, pois o medicamento deve ser absorvido lentamente pelo organismo do paciente.

 

Agulhas e seringas indicadas para aplicação intradérmica

As agulhas e seringas com dispositivos de segurança são os equipamentos mais indicados para a aplicação de injeções por via intradérmica. As agulhas de segurança Sol-Care, possuem protetor de agulha no mesmo sentido do bizel, permitindo aplicações com baixo ângulo e facilitando a visualização da direção da agulha.

Já quem deseja utilizar agulhas comuns na aplicação de injeções não precisa abrir mão da segurança. As seringas Sol-Care têm dispositivos de retração da agulha para o corpo da seringa que garantem a não-reutilização do material e eliminam o risco de acidentes.

Conheça o portfólio de produtos Sol Millennium e aumente a segurança na aplicação de injeções.

 

 

Warning: the following comments are the responsibility of the author and do not necessarily represent the views of the SOL-Millennium.

Deixe seu comentário

Publicações relacionadas